Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ai de Mim

11
Fev18

Cheguei. O meu nome é Ana.

Ana.

Nasci a 30 de abril. Não vou escrever a minha idade porque isso implicaria ter que editar este texto todos os anos e o mais provável é esquecer-me.

Gosto bastante do meu dia de aniversário porque no dia seguinte é feriado. Não fiques a pensar que me dá jeito para poder ir desfrutar da noite, porque não gosto nada de estar acordada até às tantas. Se te interessa, sou do signo Touro (orgulhosamente). Não sei bem se acredito nessas coisas ou não, mas o que vou lendo sobre o meu signo agrada-me e é isso que importa.

 

Ainda não sei o que quero ser quando for grande. 

Sempre fui daquelas pessoas que sabem fazer um pouco de tudo, mas não são especialistas em nada. Penso que isso se deve à minha preguiça em fazer questões, em falar com pessoas.

Por falar em pessoas... evito grandes convívios. O meu fim de semana perfeito é estar sossegada no meu canto. O meu canto pode ser a minha casa, um parque, um jardim, uma ida às compras sozinha, o meu quarto e um livro. Gosto do silêncio e dou-lhe muito valor.

 

O que mais me dá gosto explorar são livros, a arte da escrita, fotografia, decoração e organização de espaços e conhecer terriolas por este Portugal fora. Todas estas coisas foram surgindo aos poucos, mas recordo-me bem desses momentos:

  • Leitura: teimosia da minha mãe. Sempre a dizer-me que eu deveria ler mais porque me faria bem. Demorei 1 ano a ler o Harry Potter e a Pedra Filosofal, por isso facilmente percebes facilmente como eu adorava ler. No secundário comecei a forçar-me a terminar "rapidamente" livros e foi com a leitura d'A Sombra do Vento, do Carlos Ruiz Záfon, que se fez o click que me tornou uma viciada em livros.
  • Escrita: desde que aprendi a desenhar letras que o faço com todo o gosto. Desde essa altura que me elogiam a caligrafia e também fui tendo elogios à minha forma de escrever. Orgulho-me por poder dizer que dou poucos erros - e os poucos que dou surgiram com a época em que comecei a ter telemóvel e computador e comecei a escrever menos à mão. Ainda assim escrevo bastante: no trabalho, em reuniões, em momentos em que estou sozinha e me surge uma ideia e tenho que a colocar no papel. Se reparo num erro fico irritada. Tenho a mania das perfeições, mas não tenho a mania que sou perfeita.
  • Fotografia: tinha eu cerca de 15 anos quando me apaixonei pela fotografia. O meu padrinho, que desde que o conheço anda com uma câmara fotográfica atrás, mostrou-me como fazer edições no Photoshop (na altura ainda era um programa relativamente recente) e eu comecei a desenvolver o gosto pela fotografia e edição de imagem.
  • Decoração e organização: como referi, tenho a mania das perfeições e gosto de saber onde tenho tudo e gosto de ver tudo arrumadinho. Gosto de combinar cores e não gosto de ver coisas fora do lugar. Apercebi-me disso no meu primeiro estágio curricular, quando a minha orientadora me corrigia em determinados pontos e eu agradecia e tentava sempre ser melhor. Poucas foram as vezes em que corrigiu a minha organização, mas aquilo com que a senhora "implicava" fazia sentido para mim e eu acabei por utilizar o perfecionismo para o geral da minha vida.
  • Conhecer terriolas: não sei se por ter passeado muito enquanto criança ou por este meu lado introvertido, mas a verdade é que adoro conhecer terriolas e de caminhar. Gosto de me "perder" e de me sentir uma desconhecida. Gosto de descobrir. Amo o nosso país e quero conhecê-lo. Também tenho o objetivo de visitar alguns países do mundo (e sou uma sortuda por já ter realizado alguns sonhos), mas Portugal é a minha prioridade.

 

Para terminar quero apenas alertar que não tenho um feitio simples porque em muitas coisas sou o oposto do que a sociedade "entende" ser o correto. E como sou da opinião que seguir a corrente é demasiado fácil, optei por ser diferente e remar contra a maré.

Espero que gostem do que por aqui vão ler e que opinem. Se não gostarem e não concordarem são livres de dar opinião, desde que com o devido respeito.

Quem é esta?

foto do autor

acompanhem também aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivo vivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D