Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ai de Mim

18
Jun18

Criar e manter um blog para quê?

 

Criar e Manter um blog

 

São inúmeros os blogs que por aí existem. Uns sobre moda, outros sobre culinária, outros sobre desporto, alguns sobre hábitos de vida sustentáveis e outros ainda sobre tudo e sobre nada.

Este meu Ai de Mim encaixa-se, definitivamente, nesta última categoria.

Escrevo o que me apetece, ou até nem escrevo.

Volta e meia faltam-me ideias interessantes para partilhar e parte dessa ausência penso que se deve ao facto de este blog não ter ainda um caminho definido. Tudo bem que num blog pessoal se pode abordar um pouco de tudo, mas há tantas coisas e há tanto que já está a ser partilhado que pareço uma barata tonta. E isso bem se nota através das páginas do Facebook ou do Instagram. Poucas são as pessoas que as conhecem e sei que isso é porque eu ainda não descobri a minha fórmula especial para dinamizar isto.

Mais cedo ou mais tarde lá aparece um artigo, uma imagem ou uma conversa sobre os quais tenho uma opinião a dar ou que entendo importante partilhar.

 

Estou numa dessas fases em que me faltam ideias e como na Internet se encontra um pouco de tudo, acabo por fazer algumas pesquisas na esperança que estes momentos de vazio criativo passem num instante (raramente assim acontece).

 

Ainda assim, deparei-me com uma ideia interessante e quis adaptá-la.

Vou criar uma lista em que exponho o que me levou a criar um blog e quais os motivos que me levam a mantê-lo, mesmo quando as palavras parecem ter esgotado:

 

PORQUE CRIEI O BLOG?

1. Gosto de escrever e senti que estar a guardar apenas para mim as minhas (poucas) ideias não me ia dar alento para continuar a alimentar o meu lado criativo.

2. Sempre tive o sonho de escrever e publicar algo de uma forma profissional. Até poderia ser um livro de opiniões sem filtros ou algo muito mais sério. Apenas gostava de ver um livro publicado em meu nome e pensei que escrever num blog poderia ser uma boa forma de começar.

3. Os blogs acompanham-me desde a minha adolescência. Este blog não é o primeiro que tenho, mas quis que este fosse o "eterno". Quero dar-lhe atenção e dedicar-me a ele porque sinto que tem potencial para isso.

4. Ter um blog dá-me mais uma desculpa para necessitar de tempo sozinha e enquanto preparo os textos, enquanto imagino as imagens que vou partilhar ou até mesmo enquanto me dedico a torná-lo mais apelativo, sinto que estou alheia ao que no meu quotidiano me torna mais "amarga". Desde que criei o blog e com a ajuda de outras atividades que foram surgindo sinto-me bastante mais calma. Parece estranho, mas é verdade.

5. A opinião dos leitores importa-me. Sou avessa ao erro e quando escrevo e partilho é quando o meu erro fica exposto. E só com a ajuda de quem por aqui passa e dá a sua opinião é que poderei ir melhorando a minha escrita, a minha forma de comunicação. Talvez até já se notem algumas diferenças. Quero acreditar que sim.

 

PORQUE MANTENHO O BLOG?

1. Continuo a gostar de escrever e apesar de não estar sempre no auge da minha criatividade, "obrigo-me" a parar para pensar e executar.

2. Depois de me dar a este pequeno projeto apercebi-me que se algum dia o abandonasse estaria também a abandonar quem o lê, quem comenta, quem o partilha, quem coloca os meus posts nos seus favoritos e também a equipa da SAPO que tem um trabalho enorme em partilhar as publicações que entendem ser adequadas e que também servem de inspiração à restante blogosfera.

3. Gosto de ler o que os outros bloggers também decidem partilhar. Uns partilham poemas (Malik), há quem partilhe a minha paixão por livros e bibliotecas e afins (Ministério dos Livros), também encontrei quem me leve a conhecer um pouco mais do mundo sem ter que sair de casa (Happyness is Everywere), há os que escrevem de forma inspiradora (Wonder Woman) e quem opine de forma "crua" (Em Chamas) e há aqueles que, como eu, vai falando de tudo um pouco (Simplesmente Simples e Não importa se estive, ou não!). São apenas alguns dos blogs que acompanho e que me dão aquele "empurrãozinho" que volta e meia é necessário para continuar a manter o blog ativo.

4. O tempo em que me dedico ao blog é, geralmente, passado na minha própria companhia e que bem que me sabe ter estes momentos de sossego e silêncio para pensar.

5. É um espaço onde desabafo e onde sei que há quem me compreenda ou que, pelo menos, respeite a minha opinião. Felizmente também partilho a minha "vida real" com pessoas assim, mas é bom saber que há mais pessoas semelhantes por aí :)

 

Posto isto, o blog veio em fevereiro e veio para ficar.

Quando andar mais ausente é porque me falta tempo ou um momento de inspiração, mas eu volto.

 

12 opiniões

opinar sobre isto

Quem é esta?

foto do autor

acompanhem também aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivo vivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D