Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ai de Mim

22
Fev18

Eu Percebo-te!

20-02-2018.png

 

 

"Eu percebo-te! Eu também era assim..."

 

Nos momentos em que te irritas, em que te sentes revoltado ou injustiçado há sempre alguém que tenta mostrar a sua compaixão e te diz: "Eu compreendo! Também já fui como tu..."

Sinceramente não me parece que certas pessoas me percebam porque em tempos também foram assim.

E já agora, o que é ser assim? Referem-se ao parecer insensível e ser um coração de manteiga, estar sempre em busca da verdade e do que está correto, fazer asneiras e assumir o erro, ficar revoltada com injustiças e chorar baba e ranho quando o sistema nervoso se altera ou ao facto de não conseguir esconder as emoções?

Quando alguém, que vivencia a mesma situação que eu e repara no menos correto do momento, me diz que também ERA assim ou que em tempos FOI como eu fico incrédula. Conjugam os verbos no passado porque acham que a melhor forma de estar bem no futuro é não se incomodarem no presente. E acomodam-se. Bravo. 

 

Claro que não é suposto estarmos constantemente revoltados, mas será suposto deixarmos que quem se acha a última bolacha do pacote seja incorreto, maltrate (física ou psicologicamente), abuse do seu poder, que minta para apenas ficar bem na fotografia?

Quer-me parecer que anda uma virose por aí e talvez fosse até engraçado escrever uma listagem de como nos protegermos do vírus. Uma espécie de "Mandamentos dos Sobreviventes".

Ai de Mim se não descubro uma fórmula capaz de acalmar as almas que são, verdadeiramente, como a minha.

Quem é esta?

foto do autor

arquivo vivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.