Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ai de Mim

13
Set18

(não) Regresso às Aulas

Lembro-me bem da ânsia em voltar à escola. Não eram as "amizades" que me faziam sentir saudades, eram os cadernos e as canetas, os lápis e os livros, as aulas de Educação Visual e Educação Física. Que falta me fazem estas aulas de Educação Visual e Educação Física...
Sentia-me ansiosa por ter todos os novos livros comigo, de os encadernar para não ficarem com os cantos estragados. Sentia-me ansiosa para poder ir a um supermercado qualquer e comprar os cadernos e poder identificá-los com ideias que retirava do Art-attack.
Gostava de ser conhecida pelos professores por ser a aluna com os cadernos mais organizados e limpos, sinal da minha mania das perfeições. Perdia tempos infinitos a reescrever as aulas, mas acabava por ser esse o meu método de estudo. Os meus colegas adoravam os meus cadernos e a forma como os decorava no interior e no exterior. Penso que ficavam indecisos entre achar-me super cuidadosa ou super parva, mas a verdade é que eu não conseguia, e não consigo, olhar para cadernos sem brio.
Escrevi com canetas simples, com brilhantes ou com cheiro, com lápis 2 e 3 ou lapiseiras 0,5 e 0,7. O corretor podia ser de caneta ou de fita, mas nunca tive um de pincel porque sempre me disseram que se estragavam rapidamente - só mais tarde, quando me emprestavam corretores dessa espécie, é que percebi.
 
Hoje já não me importa (tanto) se a caneta é BIC ou de marca branca desde que cumpra aquilo para que foi produzida. No trabalho continuo a ter sempre tudo muito organizado, a letra com que escrevo convém que esteja o mais legível possível. 
O meu regresso às aulas já não existe. Mesmo estando prestes a dar início a um Mestrado, não encaro essa etapa como um Regresso às Aulas. Já não preciso de comprar cadernos porque umas folhas de rascunho servem perfeitamente; já não preciso de lápis e lapiseiras de todas as formas e feitios.
Mas confesso que me sinto nostálgica quando vejo os mais novos a fazerem as compras para o novo ano letivo, fico com saudades daquelas tempos em que eu era uma das sardinhas enlatadas que ia no autocarro super-cheio que ficava às moscas após a paragem da escola. 
Agora ando de carro para todo o lado, a resmungar com o trânsito, a dizer palavrões quando me cruzo com um péssimo condutor ou quando outros seres atravessam as ruas em câmara lenta.
 
As realidades mudam num piscar de olhos e só nos reconhecemos quão bom era aquele tempo quando nos apercebemos que o tempo não volta (mesmo) atrás.

 

Regresso às Aulas

(imagem encontrada aqui)

4 opiniões

opinar sobre isto

Quem é esta?

foto do autor

acompanhem também aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivo vivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D